Então, escola não é verdade?


8 comentários

Certo e sabido que as aulas estão à porta.
Os Maias para leitura de verão, escaldões para recordação, algumas noites até às tantas, novas amizades, caminhos, novas etapas, crescimento, novas teorias, pensamentos, novas rotinas... Escola, até daqui a duas semanas, há quem já tenha saudades.


0 comentários

Porque ainda não falei deste ano, acho que está na altura.
Não há muito tempo acordávamos nós ás sete da manhã de mau humor, para apenas mais um dia.
Agora acordamos ao meio dia para apenas mais um dia. Repararam no que mudou?
Sim, a rotina quebra-se, e somos quase livres. Mas a turma com que tanto cresci este ano faz-me falta. Não estamos todos no mesmo sitio, no mesmo centro. Uns aqui, outros além. Por isso combinar coisas torna-se muito mais complicado. A verdade é que dizemos sempre: depois combina-se. E acabamos por não o fazer, talvez na ultima semana de férias.
Depois percebemos quanta falta nos fizeram e vamos apenas abraça-los sem grande alarido. Vamos apenas matar saudades.
E se algum dia um de nós for embora, vamos sempre ser como um.
Porque a amizade é uma alma em dois corpos.
Portanto 10ºA, são como irmãos para mim, e sei que isto ainda não acabou, porque para o ano espero mais.


Amanhã o Zé faz anos :)

Parabéns à sociedade


0 comentários

Vens com essa tua cultura predefinida, arranjada em culturas de casa de banho, arrogante, pequeno, semelhante a muitas, muitas mesmos, muitas outras pessoas. Com literatura barata dizes conhecer Camões, quando a única frase que sabes é de um poema popular. Fernando Pessoa? Admiro-me que o conheças, quase que aposto que aquilo que sabes dele aprendeste na televisão, quando dava aquele anuncio.
Arranjas pouco para te contentar e achas-te sábio. És esperto, és parvo, és estúpido, és doentio de poder, mas sábio é coisa que não és. Faltam-te anos e experiência. Essa tua redoma de vidro só aumenta o teu ego, reduz as tuas capacidades, inferioriza a tua pessoa e mata-te o cérebro.
Não leias revistas baratas para saber o que se passa no país ao lado, isto é: guarda-roupa, casamentos, baptizados e coscuvilhice insossas que aumentam a alma das pessoas de hoje em dia.
Não abras o jornal para leres o que o treinador disse depois do jogo de ontem, no qual acabaste a chorar e mandar a tua irmã à merda só porque ela te disse que era apenas um jogo.
Não digas que ontem passaste a tarde inteira a ler só porque as letras da embalagem do teu champô são demasiado pequenas, o que dificulta a tarefa. E no fim berras com a tua mão porque ela comprou o champô errado. Era de cão? Então acertou.
Pois é, tu és um modelo de uma (grande) parte da sociedade. Tu és um modelo de estupidez e egocentrismo, achas-te grande, levantas o nariz e ficas sem ele na primeira porta fechada. A outra (pequena) parte da sociedade está a fazer trabalho comunitário numa parte qualquer do mundo, outra a arranjar maneira de o fazer, outra a defender animais, outra a limpar o Mundo e outra ainda a berrar com as mães, sim, não pelo champô, mas pelos desperdícios que uma família comum da classe média faz. Na verdade os desperdícios dessa família durante uma semana dariam para alimentar uma família da classe baixa durante um mês.
Só mais uma coisa, é a ti que batem palmas, não as que morrem em combate.

Até para o ano


1 comentários

Está quase a acabar. As horas passadas à frente dos livros a estudar, à frente do computador a fazer trabalhos, as noites mal dormidas para dar uma última revisão daquela matéria, o acordar todos os dias às 7 da manha, sabendo que as 8 temos que já estar na escola para mais um dia de aulas. Toda essa correria está a acabar. É só mais uma semana. Uma semana em que vamos saber o que o futuro nos reserva. Uma semana onde só nos resta esperar pelo veredicto do júri. É ele que vai decidir se continuamos a nossa caminhada ou ficamos pelo caminho. É o tudo ou nada. Finalmente iremos ver o nosso esforço recompensado. E depois desta semana podemos fazer o que tanto quisemos durante todo o ano: ir à praia, estar com os amigos, fazer palhaçadas, estar acordada até as 5 da manhã a falarmos todos pelo msn, ver todos os filmes que deram, ficar a dormir até ao meio dia, sair, fazer novos amigos, descobrir novos lugares. Basicamente: ser adolescente a tempo inteiro e deixar de lado, durante algum tempo, a profissão de estudante.
Aproveitem bem que nós também o vamos fazer ;)



Mudança


0 comentários

Depois de ler e analisar na aula de português o soneto "Mudam-se os tempos" de Camões, a prof. pediu-nos um texto sobre o tema Mudança.

Todos nós, ao longo da nossa vida, passamos por várias mudanças: físicas, psicológicas e sociais. Todas elas, de certa maneira, ajudam a criar a nossa personalidade e a percebermos que nem sempre tudo é como nós queremos. As mudanças são algo muito importante na vida das pessoas, pois ajuda a que elas saiam da monotonia e a que não se deixem levar para o mundo do comodismo, deixando assim que estejamos atentos ao que se passa à nossa volta. Por vezes, quando pensamos que tudo nos corre bem e, de repente, aparece algo de estranho, algo de inesperado, começamos logo a desesperar e a dizer que tudo estava bem até àquele momento. Mas será que estava realmente tudo bem? Ou simplesmente estamos tão habituados à nossa vida que nem nos apercebemos de que nos estamos a afundar num mar de insipidez? Na minha opinião, as pessoas não gostam da mudança, porque têm medo de viver, medo de aprender novas coisas, medo de arriscar, medo de errar. A mudança deve ser sempre encarada como algo positivo. É uma oportunidade que a vida nos dá para deixarmos de parte o nosso mundo de certezas e arriscarmos. Apostarmos naquilo que acreditamos sem ter medo de falhar, pois ninguém é perfeito e toda a gente tem direito a errar e voltar a tentar. É apercebermo-nos de que nem sempre podemos ter e fazer aquilo que queremos e que devemos aproveitar da melhor maneira aquilo que a vida nos oferece. Ao longo dos anos, à medida que vamos crescendo e de acordo com a nossa experiência de vida aprendemos a lidar com essas mudanças e começamos a encará-las como uma forma de aproveitarmos a vida. De vez em quando devemos tentar mudar, pois se nos começamos a isolar no nosso mundo, corremos o risco de perdermos as melhores experiências por termos medo de falhar.
Para mim a mudança faz parte da vida de cada um e deve ser encarada como tal. É uma oportunidade de mudar, inovar, viver novas experiências e aprendermos que tudo o que nos acontece tem um motivo e podemos sempre tirar algo positivo delas.


http://www.oarquivo.com.br/portal/images/stories/geral2/arriscar.jpg

Racismo


0 comentários

Porque é algo que já se deveria ter extinguido há muito tempo e continua bastante actual, porque é um dos actos mais covardes que existe, porque é uma maneira de nos sentirmos superiores diminuindo os outros, porque é algo desumano e porque ninguém deveria ser vítima dele, aqui fica um poema que uma altura encontramos num teste de geografia sobre: o racismo

Quando nasço, sou preto
Quando vou a escola, sou preto
Quando apanho sol, sou preto
Quando tenho frio, sou preto
Quando tenho medo, sou preto
Quando estou doente, sou preto
Quando morro sou preto



E tu amigo branco?


Quando nasces, es cor-de-rosa
Quando vais a escola, es branco
Quando apanhas sol, ficas vermelho
Quando tens frio, ficas azul
Quando tens medo, ficas palido
Quando estas doente, ficas amarelo
E quando morres, es cinzento


E és tu que me chamas "pessoa de cor"?



Dia da mãe


0 comentários

Todos nós sabemos que hoje, primeiro domingo de Maio, é o dia da Mãe. É um dia em que devemos agradecer às nossas mães tudo o que elas fizeram por nós, mas não o devíamos fazer só neste dia. Mãe não é só aquela que nos dá à luz. Mãe é aquela que está lá nos momentos que mais precisamos, que nos dá palavras de carinho quando estamos mais em baixo, que passa noites em claro quando estamos doentes, que está sempre pronta para nos ajudar a levantar quando caímos, que nos compreende quando parece que todo o mundo está contra nós, é aquela que escuta o nosso silêncio, a que atura as nossas birras, a que estará sempre ao nosso lado, independentemente das asneiras que possamos fazer. Mão é aquela que era capaz de sacrificar a vida dela para salvar a nós.

Aproveitem este dia para agradecer a todas as mulheres que fazem de vossas "mães" todos os dias, a toda a hora. Eu já o fiz e tenho uma enorme consideração pelas mulheres que fizeram e continuam a fazer de mim a pessoa que eu hoje sou. Obrigada por tudo :)


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

    Já te perguntaste quem somos?

    Estes ganham pó na prateleira

    Seguidores

Designed by TheBookish Themes
Converted into Blogger Templates by Theme Craft